O que são fatores de riscos ambientas e como evitá-los?


Os riscos ambientais são os elementos presentes no ambiente de trabalho que podem causar danos à integridade e à saúde das pessoas. Ou seja, são fatores que fazem parte do ambiente que podem prejudicar os trabalhadores de acordo com a natureza, concentração, intensidade ou tempo de exposição.

Quais são os Fatores de Riscos Ambientais?

Os fatores de riscos ambientais são divididos entre os seguintes tipos de acordo com a Norma Regulamentadora nº 05 (NR-5):

– Fatores físicos: são aqueles relacionados a alguma forma de energia expostos aos funcionários, como ruídos, pressões anormais, vibrações, temperaturas extremas, radiações ionizantes e não ionizantes, radiações e até mesmo umidade.

– Fatores químicos: são os produtos, compostos e substâncias que podem entrar pela via respiratória, como poeiras, gases, vapores, névoas, neblinas e fumos ou, também, aqueles que podem ser absorvidos pelo organismo através do contato, seja através da pele ou ingestão.

– Fatores biológicos: são os fatores compostos por micro-organismos que podem infectar os indivíduos por meio das vias respiratórias, pele ou ingestão também, como bactérias, parasitas, vírus, fungos, protozoários, bacilos, etc.

– Fatores de acidentes: fatores que colocam o trabalhador em uma situação vulnerável e que afetem sua integridade e bem-estar físico e psíquico, como máquinas e equipamentos sem as devidas proteções, ferramentas inapropriadas ou com defeito, falta de iluminação adequada, problemas com a eletricidade, probabilidades de incêndios ou explosões, entre outros.

Fatores ergonômicos são aqueles riscos causados por qualquer fator que interfira nas características psicofisiológicas dos trabalhadores, resultando em algum desconforto ou danos à saúde.

Fatores ergonômicos são aqueles causados por qualquer fator que interfira nas características psicofisiológicas dos trabalhadores, resultando em algum desconforto ou danos à saúde.

– Fatores ergonômicos: por fim, esses são aqueles causados por qualquer fator que interfira nas características psicofisiológicas dos trabalhadores, resultando em algum desconforto ou danos à saúde. Como exemplos, temos o esforço físico intenso, levantamento e transporte manual de peso, postura inapropriada, imposição de ritmos excessivos (jornadas de trabalho prolongadas e trabalhos em turnos seguidos), repetitividade e outras situações que causem estresse. Leia mais sobre este assunto no artigo Entenda o que são os Riscos Ergonômicos no trabalho.

Como mitigar os fatores de riscos ambientais?

Evitar ou, ao menos, minimizar os efeitos potenciais dos fatores de riscos ambientais, é possível através da criação de programas de prevenção, como o PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais), que visa a criação de ações para a preservação da integridade dos trabalhadores. No entanto, também depende da consciência de cada um e suas respectivas atitudes. Portanto, vale sempre lembrar que mudanças de hábitos criam ambientes salubres, harmoniosos e seguros para todos os envolvidos.

botao-segredo-cultura

 

 

 

 

 

 

 

Autor: Reginaldo Pedreira Lapa
Engenheiro de Minas e de Segurança do Trabalho
Diretor da RISKEX

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *