Qual a importância da tecnologia no investimento em Segurança do Trabalho?


A importância da tecnologia no investimento em Segurança do Trabalho é um assunto muito importante a ser discutido. Não há dúvidas que a tecnologia trabalha em prol da Segurança do Trabalho.

A Segurança do Trabalho deve ser um assunto tratado diariamente por gestores e funcionários de qualquer empresa. As consequências podem ser terríveis com pequenos descuidos se não houver um preparo para os mais diversos riscos que existem. Gestores e profissionais de segurança no trabalho devem agir juntos e realizar investimentos em segurança para que a rotina de seus funcionários seja menos perigosa e as atividades da empresa ofereçam menores riscos.

Quando uma organização está em conformidade com os padrões de segurança, ela melhora a sua própria imagem e reputação perante seus públicos alvo, aumenta a satisfação dos seus funcionários e colhe melhores resultados no médio prazo.

Considerando a diversidade e a quantidade de requisitos de segurança e meio ambiente, a tecnologia é um instrumento eficaz e deve ser considerada uma grande aliada para riscos, otimizar rotinas. Priorizar investimentos e acompanhar tendências através de indicadores de desempenho apropriados.

Tecnologia aliada à Segurança no Trabalho

A tecnologia pode ser de fundamental importância tanto para quem já coleciona ótimos índices de desempenho em segurança quanto para aquelas empresas que ainda precisam melhorar seus indicadores. Os gestores devem estar cientes de que é preciso investir em tecnologia de segurança que possibilitam um acompanhamento de estatísticas bem abrangente, levantando dados detalhados sobre acidentes e riscos. Assim, é possível identificar quais atividades são menos seguras e onde é preciso investir de maneira efetiva para a prevenção.

Mesmo a supervisão de normas internas e o uso de materiais de segurança – como EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) e EPCs (Equipamentos de Proteção Coletiva) – pode ser realizada com qualidade através de ferramentas de segurança. Com sistemas digitais, as empresas conseguem identificar os profissionais que atuam com os equipamentos certos e podem se preparar para caso seja necessária a troca dos mesmos.

Outro exemplo que podemos citar é a própria intranet das organizações. É um excelente meio para divulgação de normas e medidas de segurança entre os funcionários. Através da intranet, profissionais em Segurança do Trabalho têm como divulgar para todos as normas e medidas preventivas, sem contar o próprio conteúdo do PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais).

Lembre-se de que educar os funcionários é sempre uma das melhores e mais eficientes maneiras de prevenir acidentes e evitar erros humanos!

Em quais ferramentas investir para melhorar a segurança no trabalho?

Certas ferramentas tecnológicas se destacam quando falamos nos melhores investimentos para segurança do trabalho. Elas são essenciais para afetar direta e positivamente na rotina da empresa, diminuindo os riscos.

  1. Plataforma de gestão de riscos ocupacional e ambiental: permite gerenciar os indicadores de riscos, proporcionando facilidade, e agilidade e alocação eficaz de recursos na tomada de decisões.
  2. Sistema de monitoramento: é importante para poder realizar um acompanhamento eficiente de outros indicadores de segurança e meio ambiente tais como taxas de frequência, taxas de gravidade, potencial de severidade de eventos indesejados, consumos de insumos tais como água e energia, bem como geração de resíduos e efluentes, dentre outros.
As ferramentas tecnológicas são essenciais para afetar direta e positivamente na rotina da empresa, diminuindo os riscos.

Investir em tecnologia é, também, investir na segurança e na imagem e reputação da empresa. As ferramentas tecnológicas possibilitam a democratização da gestão sem a perda de controle.

Investir em tecnologia é investir em segurança e no próprio negócio

Com a utilização de tais tecnologias, é possível identificar os ambientes e as tarefas com maiores índices de riscos e acidentes, podendo, assim, tomar as medidas necessárias para cada caso. Como consequência positiva, é possível ver como elas afetam até a produtividade e a competitividade das empresas.

Isso significa que investir em tecnologia é, também, investir na segurança e na imagem e reputação da empresa. As ferramentas tecnológicas possibilitam a democratização da gestão sem a perda de controle; facilita e orienta a inclusão do risco na tomada de decisões; otimiza o uso de recursos aplicando-os em situações e cenários que sejam de fato relevantes e que possam reduzir o risco para o negócio, assegurando conformidade ocupacional e ambiental cujo resultado social é a preservação da vida e da qualidade de vida dos seus colaboradores e, cujo resultado financeiro, é a melhoria da produtividade e da competitividade.

botoes-gatilho-riskex-grande

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autor: Reginaldo Pedreira Lapa
Engenheiro de Minas e de Segurança do Trabalho
Diretor da RISKEX

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *