VÍDEO: Segurança é Centro de Lucro e não Centro de Custo (Apresentado em 20/10/2017 Expowork)

Gestão de Riscos é Centro de Lucro e não Centro de Custo.

Reginaldo Pedreira Lapa, Riskex, Jundiai, SP, Brasil

Sumário

A gestão de risco evolui a passos largos deixando para trás o enfoque apenas financeiro, material e abrangendo o risco social, risco político, risco de imagem e reputação, risco tributário e chega ao risco ambiental e ocupacional.
Se lembrarmos das primeiras fábricas de automóveis e compararmos com as atuais, vamos perceber uma diferença notável. A automatização chegou com toda força, substituindo operações antes manuais, perigosas e imprecisas por operações automáticas, com uso de robótica, mais rápidas, precisas e seguras. É a inserção da produção na era digital.

Na segurança, saúde ocupacional e na área ambiental o boom da gestão de riscos começou com a adoção pelas empresas dos requisitos normativos especialmente das normas BS 7750 (1992), BS 8800 (1996), ISO 14000 (1996), Norma Canadense Q850 (1997), OHSAS 18000 (1999), Norma Australiana AS/NZS 4360 (2004) dentre outras. Todas estas normas tem um requisito específico que orienta a construção da gestão de riscos.

Segurança é Centro de Lucro!

 

Infelizmente, a abordagem da gestão de riscos não tem evoluído na mesma velocidade nas empresas, apesar das certificações. Curioso é que as certificações demandam recursos e mesmo assim as empresas investem na obtenção dos certificados mas usufruem pouco dos benefícios de uma certificação.

Na maioria dos casos o propósito é ter e manter um certificado para mostrar ao seu mundo enquanto poderiam estar tornando rentável o investimento que fizeram colecionado dividendos.

Neste cenário, a gestão de riscos acaba ficando nas mãos e sob a responsabilidade dos especialistas: profissionais de segurança, saúde e de meio ambiente.

Enquanto a gestão de riscos evolui, os profissionais de segurança e saúde ocupacional vivem às turras para melhorar a segurança e a saúde nas suas unidades de trabalho. Assumem o papel de missionários com o discurso de ambiente seguro, salvar vidas e sob a batuta de cumprir a lei. Esta palestra quer despertar você, profissional de segurança, saúde ocupacional e meio ambiente, para que se aparelhe de conhecimento e recursos para mudar o discurso: “Segurança é gerir risco! Segurança não é centro de custo! Segurança é centro de lucro. Segurança tem futuro! Segurança requer investimento que gera resultados financeiros além dos resultados sociais: preservar a vida e a qualidade de vida no trabalho”.

 

Autor : Reginaldo Pedreira Lapa
Engenheiro de Minas e de Segurança do Trabalho

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *