VÍDEO: Tornando a gestão de riscos acessível aos tomadores de decisão

As ferramentas disponíveis de avaliação de risco têm como característica principal a atribuição da probabilidade de ocorrência de eventos indesejados a partir de critérios subjetivos, assim como tratam a consequência num viés equivocado misturando o conceito de consequência propriamente dita com abrangência da consequência.

Classicamente, o risco é definido como a combinação da probabilidade de ocorrência de um evento indesejado associado à severidade de sua consequência. As ferramentas tradicionais quando avaliam a probabilidade o faz a partir de critérios subjetivos que pode dar margem a erros de avaliação.

Da mesma forma, estas ferramentas não contemplam a avaliação da severidade combinando a extensão da consequência do evento indesejado com o número potencial de vítimas desse evento indesejado. Isso de certa forma mascara e falseia a avaliação do risco sobre o enfoque da severidade, mas também dificulta a tomada de decisão para diminuir a probabilidade de ocorrência pela ausência de fatores objetivos na avaliação da probabilidade.

Em outras palavras, as ferramentas clássicas não ajudam a selecionar de forma simples e objetiva o que fazer para mitigar o risco, requerendo uma análise mais profunda por parte de um especialista e, além disso, não contribui para aproximar o gerente do gerenciamento de risco na sua área de responsabilidade.

Pensando nisto, desenvolvemos uma ferramenta de avaliação de riscos inovadora que minimiza a inferência e a subjetividade em avaliar a probabilidade de eventos indesejáveis potenciais e afere melhor a avaliação da severidade incluindo a avaliação da abrangência das consequências do evento indesejado potencial.

Isto é feito calculando a probabilidade de ocorrência do evento indesejado a partir de variáveis assertivas associadas à realidade de exposição às condições perigosas ao invés de atribuir classes de probabilidade e de severidade. Pensando facilitar a gestão e incluir os gerentes, tomadores de decisão, no processo de gestão de riscos, para identificar facilmente e localizar as prioridades para alocação de recursos, gerenciar seu risco adequadamente e, facilmente, com uso de um indicador proativo de risco calculado com base nas avaliações dos riscos.

Esta ferramenta já em uso em várias empresas ao redor do mundo, em diferentes segmentos de negócios, tem se mostrado um instrumento simples e eficaz na prevenção de acidentes e doenças. Para fornecer dados e informações para todos os níveis gerenciais a ferramenta foi disponibilizada numa plataforma web acessível em qualquer lugar, a qualquer momento e em qualquer língua facilitando assim a gestão de risco em negócios principalmente aqueles que unidades em locais geograficamente diferentes. Adicionalmente, a ferramenta já é utilizada na avaliação do risco ambiental e do risco tributário, além do risco ocupacional, podendo ser flexível para avaliação de outras dimensões do risco do negócio.

Autor : Reginaldo Pedreira Lapa
Engenheiro de Minas e de Segurança do Trabalho

Publicações recentes

  1. Lapa, Reginaldo, Antônio Mendes Barros Filho e José F. Alves – Praticando os 5 Sensos, Editora Qualitymark, Rio de Janeiro, 1998.
  2. Lapa, Reginaldo P., Projeto Empresarial, Monografia MBA, Gestão de Segurança do Trabalho, Fundação Dom Cabral, 1999.
  3. Lapa, Reginaldo P. “Investigação e Análise de Incidentes – Conhecendo o incidente para prevenir”, Edicon, São Paulo, 2011.
  4. Lapa, Reginaldo P. “O gerenciamento de Riscos com foco na Segurança e como instrumento de tomada de decisão na condução do Negócio”, publicado Revista Safe Work, Ano I número 4, 2015.
  5. Lapa, Reginaldo P. “Avaliação de Riscos reativa, preventiva e pró ativa” publicado Revista Safe Work , Ano II número 10, 2016.
  6. Lapa, Reginaldo P. “Segurança é Centro de Lucro e não Centro de Custo”, Anais do II Congresso Luso-Brasileiro de Segurança, Saúde Ocupacional e Ambiental – SsOA 2017, Rio de Janeiro, 2017.
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *